É normal na gestação?

     O surgimento de dúvidas na gestação é tão certo como o crescimento da sua barriga neste período. Mudanças no corpo, desconfortos, desenvolvimento do bebê... Sempre há uma pergunta a ser feita. O Manual da Mamãe se antecipou a você e fez uma seleção dos questionamentos mais frequentes na gravidez ao ginecologista e obstetra Dr. Júlio Pôrto. Será que é normal...
 
... Enjoar durante os nove meses?
Não. Nos três primeiros meses são comuns as náuseas e elas ocorrem em função dos hormônios presentes na corrente sanguínea. No final dessa fase caem os níveis hormonais e a grávida melhora. No final da gestação, o bebê empurra o estômago que se eleva, saindo da posição habitual. Isso faz com que apareça o refluxo, que causa queimação e náuseas novamente. Assim, do terceiro ao oitavo mês, não é comum enjoar, e a persistência desse sintoma merece ser investigada pelo seu médico.
 
... Perder peso?
Se as náuseas são muito frequentes e vêm associadas a vômitos, pode ocorrer a perda de peso nos três primeiros meses de gestação. Mas essa perda pode ser prejudicial se for maior do que 10% do peso da grávida. Vários são os medicamentos disponíveis para controlar esse desconfortável sintoma que se chama êmese gravídica (vômitos da gravidez). 
 
... Ter corrimentos? 
Não. Os hormônios desse período de vida da mulher fazem com que a vagina fique mais úmida, por vezes molhando um pouco a calcinha, mas essa secreção sempre tem cor transparente e não é corrimento. Este se caracteriza por ter um volume maior e ter associado mau cheiro ou coceira, mudando de cor para amarelado/esverdeado (corrimento por bactérias) ou branco, tipo nata de leite, (corrimento por fungos).
 
... Ter sangramentos?
Não. Aquele conceito antigo de que algumas grávidas “menstruam” nos primeiros meses de gestação não é verdadeiro. Todos os episódios de sangramento devem ser relatados ao seu médico e devem ser investigados. Habitualmente existem dois tipos: os sangramentos baixos (aqueles provenientes do colo do útero e da vagina) e os altos (provenientes da placenta, do bebê). Os sangramentos baixos geralmente não prejudicam a evolução da gestação. Já os altos podem ser perigosos. Comunique seu médico em qualquer caso.
 
... Ficar com as gengivas inflamadas? 
Os hormônios, durante o período gestacional, aumentam a circulação do sangue em todo o organismo. Na boca, isso é evidenciado pela maior sensibilidade da gengiva e habitualmente há sangramentos ao escovar os dentes. É importante procurar um dentista para investigar infecções gengivais, o que também causa sangramento, mas não é normal.
 
... Ter cólicas no começo da gravidez?
Praticamente toda grávida tem cólicas nos três primeiros meses. Isso se deve ao rápido crescimento do útero. Esse órgão dobra de tamanho com oito semanas e triplica com doze. Esse rápido crescimento faz repuxar os ligamentos, além de comprimir bexiga e o intestino, o que habitualmente causa cólicas, sendo, por vezes, necessário o uso de um analgésico. O que deve chamar a atenção da grávida é a cólica associada a sangramentos.
 
... Sentir indigestão, e não enjoos, durante a gestação?
A progesterona é um dos hormônios em alta na grávida. Esse importante hormônio que dá sustentação à gestação é o responsável por causar uma lentidão em todo o aparelho digestivo. Consequentemente, a grávida tem dificuldade na digestão, sendo importante evitar alimentos muito gordurosos e condimentados. A flatulência (gases) também surge em função dessa lentidão do aparelho digestivo.
 
... Sentir ondas de calor?
Essa mesma progesterona da qual falei na questão anterior causa dilatação dos vasos sanguíneos de todo o organismo. Isso promove uma queda persistente da pressão arterial e esse fato acarreta ondas de calor, tonturas e, por vezes, sensação de desmaios.
 
... Ter diarreia nas últimas semanas?
Não é comum aparecerem diarreias durante toda a gestação. Habitualmente, o intestino prende, podendo a grávida ficar dias sem evacuar e isso se deve à ação da progesterona relatada anteriormente, causando relaxamento da musculatura intestinal e lentidão no seu trânsito. 
 
... Ficar um dia inteiro sem sentir o bebê mexer na barriga?
Os primeiros movimentos do bebê geralmente são percebidos por volta de 18 semanas (4º mês) e isso se deve ao fato de o bebê ter pouco peso e ser pequeno (mais ou menos 200g). Isso, associado ao fato de ter muito líquido amniótico, diminui a percepção dos movimentos pela mãe. Ou seja, o bebê mexe, mas a mãe não consegue perceber. Passada essa fase e até o 7º mês, o bebê mexe mais, porém com longos períodos do dia em repouso. Isso faz com que não haja percepção de muitos movimentos pela mãe. No 8º e 9º meses o bebê está pesado (acima de 2kg) e fica mais tempo acordado, o que significa que deve se mexer durante todo o dia. Mas, o mais importante, é que ele se movimente após as refeições (pois chega mais glicose para ele) e durante os períodos de repouso (pois a frequência cardíaca e a adrenalina da mãe caem, fazendo com que o bebê se sinta mais à vontade para fazer bagunça). Se nessas ocasiões não ocorrerem movimentos, avise seu médico.

Vamos Compartilhar ?


Comentários